home

TRIALOGAR É ESCUTAR,
REFLETIR E TRANSFORMAR

Encontrar o NOSSO sem perder o EU. 
Esta é a jornada que a terapia relacional sistêmica proporciona aos casais e famílias. 

É hora de TRIALOGAR?

Três histórias de vida, três profissionais diferentes e um só objetivo: atuar em sintonia para atender casais e famílias na construção de novos caminhos de convivência.

A vida promove encontros transformadores – e foi em um desses encontros que começou a história da TRIALOGAR.  Cyntia Abramczyk, Sandra Raca Silberberg e Stella Angerami se formaram e atuaram no acolhimento de famílias e casais atendidos no Instituto de Terapia Familiar de São Paulo. Lá, as fundadoras  da  Trialogar perceberam que atuar  conjuntamente enriquecia, e muito, a prática terapêutica. E então inspiradas nesse modelo inovador de atendimento para apoiar a jornada das famílias, Cyntia, Sandra e Stella ajudam a construir caminhos transformadores. Conheça mais sobre a  TRIALOGAR.

Vem com a gente!

Vamos TRIALOGAR sobre escolhas e transformações?

Casais e famílias são frutos de encontros que se dão pela vida. E encontros são feitos de escolhas. 

Construir novos caminhos
é desatar nós. 
é dialogar. 
é fazer escolhas.  

Ao dialogar, você se (re) conecta, se transforma e transforma a relação do núcleo familiar. 

A terapia relacional sistêmica é uma das oportunidades para que casais e famílias busquem fortalecer os alicerces e construam caminhos de transformação. Estamos falando de co-terapia envolvendo três profissionais com diferentes formações que atuam em cooperação para ampliar o olhar dos nós que unem e desunem. 

Embarque com a gente nesta jornada de transformação. 

Vamos TRIALOGAR sobre escolhas e transformações?

Casais e famílias são frutos de encontros que se dão pela vida. E encontros são feitos de escolhas. Construir novos caminhos é desatar nós. é dialogar. é fazer escolhas. Ao dialogar, você se (re) conecta, se transforma e transforma a relação do núcleo familiar.  A terapia relacional sistêmica é uma das oportunidades para que casais e famílias busquem fortalecer os alicerces e construam caminhos de transformação. Estamos falando de co-terapia envolvendo três profissionais com diferentes formações que atuam em cooperação para ampliar o olhar dos nós que unem e desunem.  Embarque com a gente nesta jornada de transformação. 

Como você está TRIALOGANDO?

São três — e não apenas uma – vozes e olhares para apoiar casais e famílias, facilitar a comunicação dentro do
sistema familiar, cuidar do que deve ser preservado, ajudar a impulsionar o que pode ser mudado.

Dá para fazer tudo isso se estamos abertos a:  

ESCUTAR

REFLETIR

TRANSFORMAR

TRIALOGAR é a combinação de três terapeutas que abraçam as relações familiares, trabalhando conjuntamente em sessões, estimulando a escuta aberta entre os membros do núcleo familiar a partir do ponto de vista de cada um. Nessa prática novos caminhos e possibilidades são revelados, permitindo ao casal e as famílias, dialogarem rumo a um processo construtivo.
A gente escuta, a gente reflete e a gente transforma.
faixa-servicos

Serviço 3 em 1

Os atendimentos são sempre realizados com 3 terapeutas, sendo duas na linha de frente e a terceira como voz reflexiva, presencial ou on-line, com duração de 1 h a 1h30.
Embora os casais e as famílias contem com 3 terapeutas, o valor investido equivale ao de 1 terapeuta, o que torna os atendimentos muito acessíveis.

“A diferença que faz a diferença!”

Gregory Bateson

Quem Somos

3 mulheres e muitas vozes. 

3 experiências diferentes que se complementam num só propósito. 

3 histórias de vida que se unem num só momento para oferecer um novo olhar para as relações de casais e famílias. 

cintia

Cyntia Abramczyk

Com formação em Terapia de Família e Casal e Mediação de Conflitos, Cyntia apurou o olhar e os métodos de escuta ao longo dos anos em incontáveis encontros e sessões. Nelas, apoiou complexos processos de mudanças e reconexões familiares — e aprendeu que ter humildade, compaixão e respeito pelos saberes de todos os envolvidos é uma das grandes contribuições dos terapeutas. 

“No caminhar da vida encontro na complexidade das relações humanas um brilho que me encanta. Na minha essência busco iluminar os conflitos como uma grande possibilidade de mudança e de transformação nas relações. No diálogo testemunho a magia da metamorfose e exploro o não saber. Cabe a nós escolher o melhor dos mundos. A paz ou o conflito.” 

sandra

Sandra Raca Silberberg

Acolhimento é a palavra-chave nos processos de escuta e intervenção desta pedagoga e terapeuta de família e casal. Acolhimento gera empatia e esses são dois elementos indispensáveis na relação terapeuta-famílias. “Afinal, construir vínculos e a partir deles ver surgirem novos caminhos é nosso grande desafio como terapeutas”, explica Sandra.    

“Ao escutar a história do próximo me sinto convidada a refletir  sobre suas vivências e relações.  

Através de uma escuta aberta e generosa, caminhamos lado a  lado com o diálogo  transformador,  iluminamos as  potências de cada um, e assim  construímos as mudanças.” 

Sandra Raca Silberberg

Acolhimento é a palavra-chave nos processos de escuta e intervenção desta pedagoga e terapeuta de família e casal. Acolhimento gera empatia e esses são dois elementos indispensáveis na relação terapeuta-famílias. “Afinal, construir vínculos e a partir deles ver surgirem novos caminhos é nosso grande desafio como terapeutas”, explica Sandra.    

“Ao escutar a história do próximo me sinto convidada a refletir  sobre suas vivências e relações.  

Através de uma escuta aberta e generosa, caminhamos lado a  lado com o diálogo  transformador,  iluminamos as  potências de cada um, e assim  construímos as mudanças.” 

sandra
stella

Stella Angerami

Da prática de Couselling, da qual foi pioneira no Brasil, atendendo mais de mil pessoas ao longo de 23 anos, Stella extraiu uma rica vivência até ser formar como terapeuta familiar sistêmica e mediadora de conflitos. 

 “As conversas com casais e filhos se dão de forma prática, ‘pé no chão’, em busca de diálogos e reflexões transformadores”, reflete Stella, ao transportar para os atendimentos sua sólida experiência no atendimento de executivos e sócios familiares de empresas de vários portes. 

É autora do livro: “Bem-me-quer malmequer: histórias verdadeiras de mulheres e suas escolhas de carreira. Não por acaso Escolhas é um tema recorrente na vida profissional de Stella, sócia-fundadora por 12 anos da Angerami Desenvolvimento Profissional.  

“Respeitar, não julgar, iluminar as escolhas. Esse é o nosso papel.” 

Propósito

Construir o NOS nas relações. Promovendo um diálogo que gere empatia entre as pessoas, para que cada uma tenha voz e escuta, e seja reconhecida nas suas necessidades. 

No que acreditamos

Na força do atendimento terapêutico com a presença das 3 vozes, característica exclusiva da terapia relacional sistêmica, que acredita que as pessoas se constroem nas relações. 

Valores

Olhar as diferenças de forma positiva, acreditar na beleza da multiplicidade e respeitar o que cada um traz para compor sua relação familiar. 

Nosso Diferencial

Trouxemos para o atendimento particular uma realidade que só se conhece em instituições sem fins lucrativos — o atendimento com duas terapeutas na facilitação e a terceira no papel de equipe reflexiva.  Assim, colocamos uma lente de aumento nos diversos pontos de vista, tornando o processo ainda mais rico nas ideias. 

Ganhos do Processo

Construção de novos caminhos, possibilidades de mudança, fortalecimento da relação, sentido de pertencimento, uma comunicação mais positiva e um jeito bom de viver as relações. 

Resultados Esperados

Empoderar as famílias, através do diálogo colaborativo, da reflexão e de uma escuta acolhedora para que se transformem, construam novas formas de se relacionar e consolidem as mudanças.